Recipiente

Dentre os vários tipos de potes de plástico para guardar comida na geladeira, existe um que é comprido e chato. Talvez você conheça. Não mais que uns 3cm de altura por talvez 20 ou 25 de comprimento. Temos em casa uns 4 ou 5 deles.
Quando vejo um pote como este, seja a circustância que for, imediatamente vejo também queijo e presunto. Salame italiano, talvez. Mas, via de regra, estes são os recipientes que, na minha concepção, existem para guardar os fiambres que gostamos de utilizar no pão.

Por isso que às vezes estranho quando a Lurdes, nossa diarista, guarda arroz ou salada dentro de um deles,. Parece que não combina. Comidas, saladas e outras sobras do almoço vão naqueles outros potes, maiores, diferentes. Nestes, não.

Nossos paradigmas nos influenciam tanto que às vezes já nem nos damos conta. Eles podem inclusive nos fazer ver aquilo que não confere com a realidade; determinar que esta lá aquilo que na verdade não se vê. O que pode ser perigoso Isso é perigoso quando se trata de julgamentos, pessoas e problemas.

Mas a ilustração pode ser válida quando se trata de princípios. Pois estes não podem mudar. São conteúdos que só podem ter um recipiente adequado que, se for trocado, pode dar indigestão e dor de cabeça. Ou problemas ainda maiores. Onde é para ter fé, é fé. Amor, igualmente. Justiça, honestidade, compreensão. Não há como substituir ou forçar. Os princípios que norteiam nossa vida cabem em um único e mesmo recipiente sempre. Caso contrário, podemos deformá-los e aí, não há mais geladeira que conserve sua qualidade e sabor.

Sim, eles podem dali de dentro ser tirados e aplicados de de maneiras diferentes conforme as situações da vida excigirgem. Mas naõ há como tirar amor de um recipiente cheio de ódio. Justiça, onde o conteúdo é a parcialidade. Honestidade, de onde só se consegue sacar jetinhos e vantagens.

Pois isso é importante estarmos sempre de olho no conteúdo que carrega o recipiente mais importante de nossa vida: o coração. Órgão que, quando preenchido pelo conteúdo que Deus oferece, dificilmente será chato, raso, mas sim, profundo e cheio do que de melhor nossa vida pode ter para alimentar-se corretamente e espantar o frio que, ao contrário da geladeira, estraga tudo o que temos de melhor.

É nas mãos Dele que este nosso recipiente conserva muito bem seu conteúdo com sabor e qualidade.
Pelo tempo que for
.
1 comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração