Leões

Ouça a mensagem de hoje

Durante um bom tempo nos primórdios D.C., muitos cristãos eram jogados aos leões pelo ‘crime’ de não negarem sua fé. Cena horrível certamente foi esta. Pais, mães, com seus filhos, sendo devorados por feras para a diversão da população que se reunia em ‘estádios’ para assitir a esta ‘emocionante partida’.
Dá para imaginar a expressão do rosto e do corpo destes cristãos? Prestes a perderem a vida, feras famintas vindo ao encontro... O que os mantinha firmes? A fé, a certeza de que não deveriam abrir mão do seu Mestre. Talvez o rosto não demonstrava, mas no coração estavam em paz, seguros, certos. Estavam ‘chumbados’ na Palavra, e dali nenhuma boca de leão poderia arrancá-los.

Porque lembrar esta cena?
Porque, primeiro, os leões continuam a nos rondar. Contas, desemprego, corrupção, indiferença, angústia, depressão...A cada mês, a cada semana, um deles tenta nos arrancar um braço. Sem falar quando vários deles são soltos ao mesmo tempo – uma crise mundial, por exemplo, que gera tanta insegurança que até uma grande companhia seguradora está com prejuízios bilionários.

E porque, segundo, tendemos a pensar que, em meio a isso tudo, pelo fato de às vezes nossa expressão estar mais sisuda, por termos alguns dias menos sorridentes, ou por não demonstrarmos o tempo todo ‘a alegria de viver’ (que normalmente é associada com sensações físicas), entao estamos sem paz. Não temos equilibrio. Será que perdemos nossa fé?...

Mas não é assim.

Cristo, que é a nossa paz, nos ‘chumbou’ pela fé em Seu amor. Nele podemos permanecer em fé, segurando as mãos dos que nos cercam e olhar em frente. Não temer os leões, mas enfrentá-los. Pois temos condições de enfrentar e vencer. Quando Ele é nosso braço direito – e esquerdo, e pernas, e coração -, continuamos na paz, continuamos cheios de força. Nem sempre o exterior demonstra o que o interior possui e crê. Mas fé é assim: menos ‘sentir’ algo, e mais ter Alguém que nos ama, abraça e mantém.

Os leões do século XXI estã aí fora e, de fato, até assustam. Mas com Deus, o Leão ao lado, garantindo segurança aqui dentro, vai ser difícil um deles nos pegar.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração