impacto

Fonte da imagem


Na segunda feira, 02.03, o asteróide 2009 DD45 passou bem perto da Terra: algo como 60.000 km. Os cientistas garantem que isto é pouco. Representa menos do que o dobro da altura em que estão os satélites geostacionários, aqueles dos quais dependemos para comunicação.
A noticia é da CNN.

Segundo Robert McNaught, da Universidade Nacional Australiana, o descobridor da aproximação deste corpo celeste na semana passada, o número de ‘asteróides potencialmente periugosos’ aumentou na última década. Mas ele diz também algo que. nos deixa um pouco mais tranquilos. Apesar de uma colisão poder causar grandes estragos, acontecer algo como descrito no filme ‘
Impacto Profundo’ é muito, muito improvável.

Há dois milênios, houve um Corpo celeste que causou impacto irreversível na Terra. Jesus Cristo não passou perto, ele atingiu em cheio o planeta com sua obra e mensagem, ainda que muitos ignorem esta boa notícia, ou reajam com. “Ah, tá. Ok”. Sua missão não era acabar com dinossauros ou provocar tsunamis. O Mestre, de certa forma, fragmentou-se em bilhões de pedaços para atingir individualmente a vida de cada ser humano e, pela fé, mudá-la definitivamente.

E ainda prover defesas contra certos tipos de ‘corpos estranhos’ que procuram nos arrasar ou pelo menos nos desviar do caminho. Jà que nem sempre estamos em prontidão, somos supreendidos volta e meia por colisões que até gostaríamos de evitar. É a hora de saber que Ele não cansa de ter sobre nossa vida seus olhos e de manter ao Seu redor nosso gravitar.

Impacto que não é apenas profundo. É também eterno.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Inveja e justiça