Desabrigados em Santa Catarina recebem ajuda

A tragédia causada pela enchente em Santa Catarina registra 118 mortes. O número pode ser maior, já que 31 pessoas estão desaparecidas. Ainda há 33 mil desabrigados no estado.

Conforme o relato dos pastores da IELB (Igreja Evangélica Luterana do Brasil) na região, os desabrigados contam com o apoio da Defesa Civil, que garante alimentação e abrigo nos municípios atingidos. Um dos locais mais afetados foi Itajaí, com 97% das ruas inundadas. Pastores de Santa Catarina levaram alimentos e roupas para a congregação da cidade. O pastor Martinho Sonntag, de Florianópolis, relata: “ao chegar lá, ficamos comovidos com a situação e com a dedicação da família do pastor e congregados em socorrer as vítimas da enchente e, ao mesmo tempo, a alegria e gratidão deles pela ajuda que receberam”.


Em Itajaí, templo da IELB abriga 25 pessoas atingidas pelas enchentes


O pastor local, Rubin Brehm, conta que a situação está mais calma, mas 25 pessoas estão abrigadas no templo da congregação. No futuro, além de mantimentos, serão necessários fogões, camas e móveis em geral, porque muitas pessoas perderam tudo na enchente. “Temos também pessoas não luteranas solicitando mantimentos, mas o que mais se precisa é de dinheiro para reparar os estragos nas casas e móveis.”

Em Blumenau, o pastor Éverson Gass, diz que “normalidade não é a palavra que ouviremos neste Natal”. Muitas famílias da congregação tiveram que abandonar definitivamente suas casas. Há muitas perdas materiais na região. Segundo o pastor Wanderley Lange, de Balneário Camboriú, 27 famílias da igreja foram atingidas, mas já retornaram para casa.

A IELB está arrecadando contribuições em dinheiro que serão repassadas diretamente aos locais atingidos (
ielb@ielb.org.br)

A Defesa Civil de SC só voltará a pedir alimentos e roupas na próxima semana, pois não tem mais espaço para estocagem. O órgão informa que haverá necessidades nos próximos três meses, mas, por enquanto, a prioridade é que as doações sejam em dinheiro. Antes de enviar doações, informe-se com a Defesa Civil da sua cidade (telefone 199) ou pelo site
http://www.desastre.sc.gov.br/.


Fonte da notícia: Leandro Camaratta/IELB.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração