Esquisito e normal

Ouça a mensagem de hoje


Uma matéria do website Yahoo reúne as 10 pessoas mais esquisitas do planeta. Dentre elas, há o garoto que não podia dormir, a mulher que não consegue esquecer, a moça alérgica a água, a senhora que desmaia quando ri e o homem que há mais de um ano não para de soluçar.

Seriam 11, se me vissem ao acordar.

Mas ela está muito curta. Aparentemente a pesquisa não foi muito profunda, pois descobririam mais gente para completá-la. Pessoas que:
_destroem o próprio ninho do qual dependem pra viver - a natureza
_compram certas coisas de que não precisam com o dinheiro que não têm;
_comem mais que o necessário para depois buscarem de todo jeito perder o que se acumulou.
_ferem àqueles que amam.
_gastam a saúde para poder ter e depois gastam o que têm para poder ter saúde;
_vivem de maneira errada e depois tentam culpar a pessoa certa;

Para citar apenas algumas de muitas atitudes esquisitas. E pior que não adianta fugir, em algum momento todos fazemos parte - gente esquisita com atitudes desconexas, deixando até na dúvida onde traçar a linha do que é ser normal.

Temos esperança, entretanto. E está num extra-terrestre.
Meio esquisito? Bem, quando veio à Terra de fato Ele fez coisas meio estranhas. Incentivava a dar o outro lado ao apanhar e a orar por aqueles que perseguem, caminhou sobre a água, utilizou cinco pães e dois peixes para alimentar uma multidão, fez aparecer vinho em uma festa, não recorreu de um julgamento criminoso e se permitiu pregar numa cruz.

Mas é Ele que nos recebe e acolhe exatamente como somos, esses seres esquisitos que se estranham seguidamente com Deus e uns com os outros, tomando atitudes que fariam os demais seres da natureza corar de vergonha. É na nossa direção que Ele estende outra coisa ainda mais esquisita. Fé.
Este presente que nos faz enxergar coisas que não se vêem e ter certeza de fatos que ainda vão acontecer. É por meio dela que este homem, Jesus, passa a fazer sentido. Não precisamos mais soluçar, passamos a ter nossos erros esquecidos, extravasamos a alegria sem medo de desmaiar e podemos dormir tranqüilos sob o seu cuidar. Ou seja, ele nos faz pessoas que vivem as ‘esquisitices da fé’ de maneira perfeitamente natural.

E que lutam para que, refletida em nossas ações, esta fé nos leve a contribuir para um mundo um pouco mais....hum...normal
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida