Chá e fé

Fonte da imagem

A filha chegou em casa meio triste e desanimada. Percebendo a situação, a mãe convidou-a para uma xícara de chá na cozinha.

Enquanto esquentava água para preparar a bebida, perguntou sobre o que estava acontecendo. A menina comentou, então, sobre como as coisas andavam difíceis. O mundo tão cheio de problemas... Pessoais, escola, amizades... Até mesmo na família, volta e meia, as coisas ficavam quentes.

-Eu gostaria que muita coisa fosse diferente, mãe. Mas é tão difícil!...

Neste ponto a mãe serviu o chá. A menina tomou um gole e fez uma cara feia:
-Ah, mãe, é chá preto e você sabe que eu não gosto. Não dá pra trocar?
Pegando a xícara de volta, a mãe despejou o conteúdo na pia. Encheu-a novamente de água quente e pôs no pires. A menina, meio incrédula, comentou:
-Mas mãe, não adianta trocar a água. Eu preciso é de outro sabor de chá!
-De fato filha – comentou então a mãe, estendendo outro envelope – a água vai ser sempre a mesma. O que precisa ser mudado é o conteúdo.

E então comentou
-Sabe que é assim que penso ser nossa vida. O mundo é quente e desafiador. Mas é assim. E nós estamos dentro dele, querendo ou não.
Por isso, não adianta só querermos simplesmente mudá-lo. A tendência dele é permanecer assim. Se nós não mudarmos o nosso conteúdo, nossa maneira de enfrentá-lo, tudo vai continuar igual. Por isso, quando conseguirmos começar a mudança por nós mesmos, podemos voltar para este mesmo mundo e dar a ele outro sabor.

-Tá, mãe. Mas tem horas que não tenho forças para esta troca...
-Lembre-se de novo do chá, filha. O saquinho não sai de dentro da xícara sozinho, é preciso que uma mão traga ajuda externa. A Mão de Deus está sempre pronta para que a fé nos leve a fazermos esta mudança, sempre que necessária.

-E para não termos medo da água quente... – completou a filha.

-Isso mesmo. Aliás, neste caso, querida, quando nossa vida está nas mãos Dele, em alguns casos vamos até torcer para que água esteja bem quente. Pois, como no caso do chá, é aí que melhor poderemos espalhar nosso conteúdo.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Inveja e justiça