Teobytes

281 exabytes. Ou 281 bilhões de gigabytes.

Segundo um relatório publicado pelo International Data Corporation (IDC), instituto especializado em tecnologia, esta foi a quantidade de informação digital produzida no ano de 2007 em todo o mundo.

Não é pouca coisa. Para entender o que isso representa,
este site mostra o que é possível guardar em 01 exabyte:
* 314,1 bilhões de músicas em MP3 (tamanho médio de 3,5MB cada)
* 1,8 bilhão de horas de vídeo em qualidade DVD (média de 0,6 BGB por hora)
* 137,4 bilhões de fotos (em alta resolução – média de 6 MB por foto)
* 165,2 milhões de games para PCs de última geração

Só para constar, acima do exa, existem ainda o zeta e o yotabyte.

Dividindo-se os 281 exabytes pelo número de habitantes, em média cada terráqueo produziu 45 GB durante os 365 dias do ano passado.

Pena que sejam dados do mundo virtual. Porque no mundo real, às vezes é tão difícil produzir um giga de solidariedade. Um megabyte de perseverança e coragem para momentos difíceis. Um kilobytezinho de compreensão. Nosso disco cardíaco às vezes é mais rígido do que deveria.

É por isso que o Criador dos n ‘bytes’ do universo nos quer sempre conectados em fé, próximos a Ele, que produz o mais importante para nossa vida. Num mundo de tanta informação, não raro temos pouca ou nenhuma formação. Com Deus temos não apenas transmissão de dados, mas compreensão para utilizá-los bem, para o nosso crescimento e auxílio pessoal. E também para compartilhá-los na direção do próximo. Há muitas pessoas cuja capacidade de armazenamento de dificuldades está no limite, precisando muito destes Teobytes* que trazem conforto, bondade, ajuda, compreensão.

Para que assim, falando de produção em fé, talvez alguém venha a ter que inventar mais termos depois do yota.



*Teo – Deus, em grego.
2 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Inveja e justiça