Bom dia, Paulo Brum





Bom dia, Paulo Brum

Capelão de Música da Ulbra, Paulo Brum está diretamente envolvido com a ampliação do órgão de tubos da capela, o maior do Rio Grande do Sul, que terá nove metros de altura, por nove de comprimento e seis de profundidade.


IE - Esse órgão de tubos vai valer por uma orquestra?

Paulo Brum - Sim. Costumo dizer que o órgão de tubos é o rei dos instrumentos. Agora, com a ampliação, serão quase 4 mil tubos. Sozinho, ele pode ser considerado uma orquestra sinfônica pela grandiosidade de registros e sons. Com a ampliação do órgão, aumentam também as possibilidades de interpretações musicais. É tão complexo, que depois de montado ainda levará uns seis meses para que ele fique completamente pronto, pois será preciso afinar e entonar. Nossa expectativa é de que possamos inaugurar o novo instrumento no Natal.
1 comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida