Abrir caminho

Um fazendeiro, precisando cortar árvores, foi a uma loja especializada e comprou uma motosserra. O vendedor lhe garantiu: “Esta máquina é capaz de cortar cinquenta árvores em um só dia”. Alegre com a compra, voltou para sua fazenda.

Uma semana mais tarde, bem descontente, voltou para a loja e reclamou: “o senhor me disse que ela corta 50 árvores por dia, mas eu consegui cortar apenas três em uma semana. Deve haver algum problema com este equipamento”.

O vendedor, então, pegou a motosserra, puxou o cordão da partida e o motor começou a funcionar.
Ao que o fazendeiro, surpreso, respondeu: “Ué? Que barulho é esse que eu não conhecia?”

Nem sempre somente agir resolve. Conhecer e pedir orientação pode ajudar. Podemos achar engraçado a ingenuidade deste homem, mas não podemos deixar de sorrir também com as vezes em que insistirmos em fazer as coisas do nosso jeito, sem buscar conhecimento e fundamento em Deus. Aí, é mais fácil seguirmos pelo prio caminhos e acabarmos nos cansando demais.

Atitude é fundamental, mas só quando bem fundamentada. Além de render muito mais, é também o melhor jeito de aproveitar nosso potencial, para derrubar o que nos atrapalha e abrir caminho para um viver melhor.



Fonte da ilustração
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração