Quando não compreendo

Quando não compreendo
quando não entendo
minha situação.
Quando tudo cai em volta
quanto a dor vem, bate à porta
o silêncio é opção.

Não adiante tentar
qualquer resposta à mão,
as perguntas são mais duras
calam o coração.
Não adianta ter
qualquer pergunta à mão,
a resposta certa
é sempre além da razão.


Está em ti, meu Deus
no teu coração
tudo o que me guia
na escuridão
Vem de Ti, ó Pai
teu olhar, tua mão,
pois tudo o que preciso
é tua direção.

Quando a estrada é insegura,
se a neblina densa, fria,
tira a força da visão.
Quando não entendo
Porque o que acontece
me deixa sem ação,
somente teu amor pode curar.
Somente o calar me faz entender.
Que somente teu olhar
Ilumina meu ser

Quando a névoa se esvai
e o sol volta a aquecer
o silêncio abre espaço
as palavras vêm, abraçam,
e a fé faz compreender.

Está em ti, meu Deus
no teu coração
tudo o que me guia
na escuridão
Vem de Ti, ó Pai
teu olhar, tua mão,
pois tudo o que preciso
é tua direção.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração