Backup de scraps


“Jesus salva, mas não faz backup”

“Só aceito Jesus se Ele deixar scrap”

A primeira, uma frase de MSN. A segunda, dizem ser uma comunidade no orkut. Primeiro, as achei um pouco além da conta, mas depois cheguei à conclusão de que são duas frases corretas. Através do humor, por ou sem querer, acertam no que a Bíblia fala a respeito de Jesus Cristo.

Backup poderia ser definido como uma “gravação reserva” dos conteúdos eletrônicos, que está lá pronta para se acessada em caso de falha na principal. No caso de Jesus, quando Ele salva, não há arquivo mesmo, de nada do que se passou. Pois esta é a essência do salvar – perdoar, esquecer, dar o novo. Não existe ‘registro no caderninho’, para cobrar depois. Ou então não existiria perdão, porque a essência de perdoar, para Deus, é ‘esquecer”. Jogar nossos erros no fundo de um lago e fixar em frente a placa: “Probido pescar”

A segunda, ilustra com precisão a ação de Deus em nossa vida. Scraps são recados deixados no perfil das pessoas cadastradas no site de relacionamento Orkut. Pois no nosso perfil pessoal, da vida real, antes de queremos aceitá-lo, precisamos que Ele venha até nós, deixe palavras registradas em nosso coração, fale do seu amor, nos envolva com seu cuidado, cuide do nosso coração,. Quando nos damos conta desta presença, quando a fé nos faz reconhecer o conteúdo dos scraps biblicos, é aí que temos condições de aceitar, crer, viver e compartilhar.
Para os momentos em que a vida exibir mensagem de erro, portanto, o backup destes scraps divinos nos põe a salvo.

O que nos ajuda a mantermos o bom humor.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida