Aposta

Conta-se que um homem pedia a Deus todas as noites para ganhar na loteria. Invariavelmente, em algum momento da oração, a frase apareceia. “...E, por favor, Deus eu preciso muito. Faça-me ganhar na loteria!”

Aconteceu que um dia, finalmente, uma voz veio do céu respondendo à sua oração. Era Deus, dizendo: “Tudo bem, meu filho, eu quero te fazer ganhar na loteria. Mas poderias, por favor, ir fazer a aposta ao menos uma vez?”

É fácil pedir a Deus por sustento. Difícil é manter o emprego mesmo quando as coisas não vão bem.
É fácil pedir a Deus saúde. Difícil é proteger nosso corpo de vícios e descuidos que as paixões nos trazem.
É fácil pedir reconciliação com o próximo. Difícil é dar o primiero passo na direção do perdão.
É fácil pedir a Deus o pão. Difícil é ir até a padaria.

Existe o que é de Deus. E isto é impossível ao nosso alcance. E existe o que está ao nosso alcance. E é o que Deus quer tornar possível em nossa vida.

Não se trata de “cada um fazer sua parte”. Nem mesmo de “O que é de Deus, o homem não tem como fazer. Mas o que é do homem, Deus não move uma palha”. A primeira parte está certa. Mas se a segunda fosse assim, jamais teríamos qualquer palha; Nunca completaríamos nossa parte. Para qualquer coisa na vida, continuamos sempre na dependência de nosso Pai.
Mas a verdade é que Deus quer nos oferecer a oportunidade de sermos parceiros seus na construção da nossa vida e na preservação de nosso mundo. Veja que privilégio temos em nossas mãos! Deus poderia fazer tudo sozinho. Mas preferiu contar com nossa companhia, capacidade e vontade de agir. Nos dá o privilégio da responsabilidade.

Fazer essa aposta, estar com Deus, é acumular tesouros não-perecíveis, que a ferrugem não consome, terremotos não destroem e que nem a morte pode roubar. Pois vida eterna é o prêmio maior.

Neste caso, difícil, então, é contar as bênçãos.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração