Troque o cheque


Um mendigo parou um advogado em certa rua de uma grande cidade e lhe pediu alguma moeda. Dando uma boa olhada para o rosto mal barbeado do homem, o advogado perguntou:
“Eu não te conheço de algum lugar?”
“Deveria conhecer”, veio a resposta. ”Fomos colegas de aula no ensino fundamental. Lembra?”
“Sim, Sam! Claro, eu te conheço!”

Sem perguntar mais nada, o advogado escreveu um cheque de 10.000 reais e disse “Tome, pegue este chegue e comece uma nova vida. Não me importa o que aconteceu no passado, é o futuro que conta”. E, depois disso, seguiu em frente.

Lágrimas correram dos olhos do mendigo enquanto ele caminhava para o banco. Ao parar junto à porta, ele olhou pelo vidro e viu os atendentes impecavelmente vestidos, bem como o ambiente extremamente arrumado e limpo. Então olhou para os seus trapos. E pensou:
“Eles não vão aceitar isso de mim. Certamente vão achar que eu falsifiquei este cheque”.
E foi embora

No dia seguinte os dois encontraram-se de novo.
“Oi. Sam”, disse o advogado. “E aí, o que você fez com meu cheque? Trocou por dinheiro? Já começou a gastar?”
”Não...”, disse o mendigo, enquanto o tirava do bolso e contava porque não tinha feito a troca
“Ouça”, disse o advogado, “o que faz o cheque ter valor não são as suas roupas ou aparência, mas sim a minha assinatura. Vai lá! Pegue seu dinheiro!”

Diante de Deus, aparência, posição social, prestígio, mérito - nada disso conta. Todos somos como mendigos, que recebemos toda a riqueza do Seu amor, pela fé, por causa da assinatura de Jesus Cristo, que transfere para nossa conta autêntico e verdadeiro valor.

Basta trocar o cheque.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração