Estabilidade autônoma

Uma coisa é a hipertensão. Pessoas que sofrem com certa regularidade, ou têm por bastante tempo, elevação de sua pressão sanguínea.
Jà quando você bate o carro, tem um momento difícil no trabalho ou briga com alguém da família, e porventura tem elevação de pressão, chama-se instabilidade autônoma. Segundo o Dr. Otávio, na consulta de hoje, não é caso de se preocupar. São episódios até normais, pois a pessoa está submetida a uma dificuldade que favorece este tipo de situação.

Nem todas as situações de nossa vida merecem toda preocupação, angústia e até certo desespero. Instabilidades autônomas também são normais em nossa semana, ou nosso dia. É quase impossível nossa pressão emocional não se elevar também diante de uma bronca do chefe, uma indiferença do atendende, um resultado negativo ou uma situação inesperada.
O problema é somente quando isso se torna ‘hipertensão’, isto é, permitimos que deteminados problemas ou vícios se estabeleçam em nossa corrente sanguínea sem procuramos orientação adequada para controlar ou até eliminar o mal que nos causam.

A establidade que precisamos nestas horas vem Daquele que bombeia para nosso coração as quantidades adequadas de força, alimento, fortalecimento para nosso dia. É neste ponto que sabemos que os episódios que nos acontecem podem ser analisados e enfrentados com establidade e segurança. Porque instabilidades são inevitáveis. Mas perder o controle é opcional. Em Jesus Cristo, encontramos o amor que pode tudo mudar. E controlar.

O que nos dá estabilidade autônoma para enfrentarmos com convicção toda e qualquer pressão que o cotidiano quiser apresentar..
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida