Novo sangue

Fonte da imagem


A australiana Demi-Lee Brennan, de 15 anos, que aos 9 foi submetida a um transplante de fígado, mudou espontaneamente de grupo sangüíneo e adotou o sistema imunológico de seu doador. Um caso sem precedentes na história da medicina.
A mãe, Kernie Mills, chamou o fato de ‘milagre’. Sobre o transplante, Demi-Lee afirmou “Por mais que agradeça nunca será o suficiente. É como se fosse minha segunda chance".
Os médicos agora querem investigar se é possível repetir o feito, pois a imunotolerância é o ‘santo Graal’ dos transplantes.

O paralelo é inevitável. Quando a fé é implantada em nosso coração, sem sabermos como, ocorre a mudança: nosso sangue se torna o mesmo Daquele que doou seu corpo inteiro, sua vida, por nós. Agora, somos filhos do mesmo Pai.
Um fato sem precedentes. Um milagre pelo qual nunca podemos agradecer o suficiente.
Mas que pode se repetir. E se repete a cada novo implante deste maravilhoso dom..


Fonte da notícia
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração