Mudança

O que se pode esperar ainda de novidade na vida de um senhor que tem família estabelecida, posses, respeitabilidade em sua cidade, uma caminhada de fé; e que já tem seus 75 anos? Quem sabe aposentadoria, chinelos, um chimarrão na varanda e esperar pelo fim.

Mas não para um certo senhor. Foi nesta idade que tudo mudou. Deus o chamou para um novo lugar, uma nova vida, algo especial. E Ele topou. E é por esta obediência e por tudo o que veio depois que até hoje o ele é lembrado em todo o mundo.

O nome: Abraão. Considerado o pai das três grandes religiões monoteístas do mundo, Cristianismo, Judaísmo e Islamismo. Foi aos 75 anos que sua vida começou a marcar a história.

Você acha que já passou seu tempo disso ou daquilo, que não dá mais tempo de reconsiderar? Não vê mais muita perspectiva de algo diferente vindo por aí? Talvez pense que este vai ser somente ‘mais um ano novo’?

Pense de novo. Pode ser o ano que mude o resto de sua vida.

Abraão, aos 75, que o diga.
E Moisés, que aos 80 torno-se o maior profeta da história.
E Martinho Lutero que perto dos 40 iniciou o maior movimento cristão no ocidente depois de Cristo.
No fim de 2007, uma senhora de 82 prestou vestibular na Ulbra em Santarém.

Jesus Cristo, no 33º ano de sua vida, decidiu tudo. Cumpriu sua missão, salvou o mundo, ressuscitou, voltou ao céu.

Em todos estes casos, num reveillon a situação era uma, No próximo, completamente diferente.
Pena que nosso mundo tão ‘juventudemente-orientado’ reserva pouco espaço e parece não dar mais chances para quem já cometeu o crime de passar dos 30, 40, 50... um pouco mais, um pouco menos... Uma crueldade.

Mas não esqueça que, para Deus, o tempo é diferente. Assim como chamou Abraão aos 80, escolheu João Batista já no útero da mãe. E Ele pode ter escolhido exatamente 2008 para o ano em que vai fazer de você, se não um Abraão ou um Lutero, mas talvez um novo vestibular na sua vida. Uma nova oportunidade, um novo horizonte, um novo respirar – e sempre com a mesma fé em Jesus, que é o único inigualável.

Seja qual for o caso, começar o ano segurando nas mãos Dele é a única coisa que não pode mudar. Pois é assim que estamos sempre preparados para qualquer mudança.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Inveja e justiça