terça-feira, novembro 27, 2007

jeito e gosto

Pode não ser algo muito grande, mas costuma nos dar alguma satisfação. Veja se você concorda comigo.

Fazer um comentário, até despretensioso, com uma pessoa. “Sabia que é possível economizar combustível fazendo assim... ‘ “Eu costumo guardar meu sapatos daquele jeito.. “ “Comprei este CD e gostei muito, essa banda é muito boa!

Dali algum tempo, você nota que ela adotou sua sugestão, seu gosto seu jeito. Está ouvindo aquela banda, assando a carne do mesmo jeito que você, arrumando as coisas no armário da maneira em que é feito na sua casa. Você nem notou que falou, ou nem notou que ela notou, mas a pessoa incorporou à sua vida um novo jeito, um novo gosto. Influenciada por sua opinião.

Nunca sabemos do que uma palavra ou um pequeno gesto é capaz. Nosso poder de influência às vezes extrapola nossa capacidade de consciência. Por isso, se pudermos espalhar muitas palavras e gestos de boa qualidade, melhor. Pois existe o outro lado. Pode acontecer de alguém nos pegar justamente num momento da palavra errada, ou do gesto indevido. Aí, será um problema se ela resolver ser influenciada por esta sugestão.

Problema que Deus gosta de e quer evitar, mostrando com sugestões claras e gestos precisos, pelos seus ensinos, suas obras, pelo que nos acontece em nosso dia. Pode ter certeza de que Ele também fica muito feliz quando nota que você e eu acatamos uma sugestão feita por ele. “Ore continuamente’ . “Entregue o seu caminho para mim’. “Encha sua mente com tudo o que é bom”. “Chame meu nome do dia da angústia, eu te livrarei, e você me glorificará”.

Uma influência que, tenho certeza, deixa nosso Pai muito satisfeito. E que incorpora à nossa vida um jeito e um gosto que ninguém consegue igualar.

Creio que concordamos sobre isso, não?
Postar um comentário