Poliamor

O ser humano se adapta, Ou inventa adaptações.

Para livrar-se das responsabilidade de investir no relacionamento, e para dar vazâo aos instintos sem o risco da culpa, está inventando que relacionar-se com mais de uma pessoa não é mais poligamia nem traição. É poliamor, informa esta matéria do Terra.

A relação é mais honesta, menos possessiva, termina com o ciúme e diminui o estresse, garantem. O difícil é só lidar com o repúdio social e aumentar a casa pra caber mais gente. Monogamia é investir no antiquado, apostar na idealização e sofrer muito mais.

Tudo bem, contentar-se não parece ter sido algo muito fácil à espécie humana nos últimos milênios.
Mas parece que a cada dia muitos especimes dela vão confirmando aquela frase: quanto mais superficiais nos tornamos, de mais estímulos precisamos.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração