honestofobia


Fonte da imagem.

Ah, tá. Agora entendi.
A liberdade de expressão pode vir a acabar.
Mas a liberdade de extorsão, essa continua.

A Lei da honestofobia, aprovada hoje por 40 senadores da república ao absolverem, mesmo com provas e recomendação de cassação, o presidente do Senado, garantiu para muitos: em nosso país, tenha um mandato popular, e tenha o que quiser.

Na mesma sessão secreta provavelmente foram também abolidas a lei da lógica e da coerência dentro do Senado Federal. Da porta pra fora, elas valem. Da porta pra dentro, vale tudo

Note bem. Ele não é roubou margarina. Não fez sexo com um muro. Não sonegou impostos para sobreviver nem utilizou um software sem licença. (Pelo menos não que se saiba).
Bom, antes tivesse. Quem sabe teria sido preso.

No mesmo Senado federal, está tramitando, com grande chance de aprovação, a lei da homofobia. Se ela entrar em vigor, ninguém mais poderá expressar parecer contrário ao homossexualismo. Nâo poderá discordar. Desrecomendar. Achar errado. Note bem. Não é xingar, agredir, ou humilhar. É expressar ponto de vista.
Não pode. A pena poderá ser de 2 a 5 anos de prisão.

Agora entendi. A liberdade expressão fica com os dias contados.
Com liberdade de ação, Renan vai pra casa rezar.
Só não sei para que santo. Porque a casa de Deus não funciona como uma casa legislativa de um país de terceiro mundo. Lá habita a justiça. Diante Dele, só com confissão existe absolvição.

Só posso torcer, agora, para Renan Calheiros pisar na bola e deixar escapar qualquer comentário desfavorável ao homossexualismo. É uma das unicas maneiras de ele, enfim, quem sabe ir pra cadeia.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida