e

Ler um livro, com um bom conteúdo para a vida, preparar-se para o futuro.
Comer um chocolate. Um bom conteúdo para ter prazer no presente.
Qual dos dois você escolheria, agora?
O prazer do presente ou o investir no futuro?

Um quadro do programa “Fantástico”, da Rede Globo, tem perguntado algo semelhante.
_Abrir mão do presente para pensar no futuro?
_Deixar o futuro para o futuro e curtir o presente?Um ou outro?

Até Jesus Cristo pode ter passado por isso. Ensinar e atender toda aquela multidão que o procurava com urgência e insistência no tempo presente, ou seguir caminhando para o seu futuro, para a grande missão que sabia ser a sua?
No caso do Mestre, ele fez uma troca. Não de tempo, mas de conjunção. De ou para e. Presente e Futuro. Atendia e ensinava as pessoas e seguia caminhando rumo ao seu calvário.
Um e outro.
Quem disse que os dois são contrários?

Bom, eu tenho um palpite. Nossa sociedade contemporânea, centrada no prazer do presente. Passado, já passou. Futuro, sabe-se lá se vem, com tantas tragédias anunciadas... Então o negócio é curtir o presente.
E mais, somos ensinados a pensar que curtir o presente significa somente o que nos dá sensações boas, como euforia, riso fácil, prazer intenso, adrenalina. O que leva muitos a concluir que isso não se consegue lendo um livro, mas comendo chocolate. Não numa noite em sala de aula, mas no barzinho com os amigos. Nem trabalhando com paciência e firmeza de caráter, mas fazendo o possível para ter rapidamente dinheiro e curtir os prazeres da vida. Curtir o presente é sinônimo apenas de ter sensações fisico/emocionais agradáveis.


Mas esta idéia pode estar equivocada. Em minha opinião, está. Uma outra definição descreve melhor o terreno: Curtir o presente é fazer tudo aquilo que nos mantém no caminho que sabemos ser o certo. Nos mantém nos princípios corretos, na estrada que escolhemos.

É o caso de quem trabalha pensando que não só na sexta-feira a vida vai ser boa, mas que de segunda a quinta também, no trabalho/estudo, que nos dá sustento com dignidade.É o caso dos pais e mães - que muitos dizem que “abrem mão de muita coisa” para criar os filhos, quase num tom de “está deixando de curtir a vida..’ -, curtindo o presente como nunca, pois tem nas suas ações presentes a garantia de um futuro sadio para eles. É o caso do estudante que “agüenta” aulas e palestras, vivendo o presente com a intensidade que seu futuro merece. E vários outros exemplos.
Um e outro.

Manter-se no caminho, na missão pessoal, é viver o presente. E é ter prazer também. E ainda faz sobrar mais tempo para as sensações agradáveis do que ele esperávamos. Aliás, o happy hour da sexta tem um sabor inigualável quando celebra uma semana de deveres bem cumpridos.Complementares. Presente e futuro estão juntos nas mãos de Deus. para curtirmos todos os momentos como constantes construções do futuro já no presente.

Podemos ler o livro comendo o chocolate.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração