abraço

Fonte da imagem

Ele passa a noite chorando, resmungando. Acorda, dorme, acorda de novo... Passamos praticamente a noite em claro, sempre à disposição dos caprichos do moleque.



No outro dia de manhã, lá está ele, tranqüilo e faceiro, como se nada tivesse acontecido. Ri e abre os braços na sua direção. E aí, é claro, você o abraça, feliz, e esquece totalmente da noite que passou.


Foi mais ou menos assim que o Clever, grande amigo, resumiu uma das noites dele e da Fabielli com o Miguel, filhinho de pouco mais de um ano.

E, sem saber, me ajudou a, no Toque de Vida de hoje, resumir nossos dias com Deus.

Não importa o quanto a gente incomode nas noites das dificuldades, seja por causa de nossa fraqueza, nossos defeitos, ou nossa insistência em queremos saber mais. Quando, como filhos, em sinceridade e fé estendemos os braços pedindo o perdão e o colo Dele, não tem jeito. Nosso Pai amoroso apaga a noite que passou e nos traz à luz do dia de seu amor. E também nos abraça, nos faz sorrir e lembra da felicidade que é a vida que continua sob o Seu cuidado e amor constantes.

Nada como começar o dia com abraço depois de uma noite de cansaço.
E nada como o abraço de Quem faz esse dia nascer.
3 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração