quarta-feira, julho 18, 2007

perto

O colega Pastor Paulo Brum viajou ontem a São Paulo, praticamente no mesmo horário do vôo 3054 da TAM. Decolagem prevista para as 17h e chegada, para perto das 19h. Até conferirmos que o vôo dele era da GOL, já eram 8 da noite. Mas mesmo assim, às vezes acontecem trocas de aeronave quando um vôo está lotado.
Perto das 21h ele ligou, dizendo que estava bem, e ficamos aliviados. Alguém próximo a nós estava livre do perigo

Infelizmente não é o caso das famílias dos 186 passageiros e tripulantes. Fora as pessoas em
terra também atingidas. O filho de Julio Redecker, deputado federal, é aluno de veterinária da Ulbra, assim como Soraya Charara, do Direito, para mencionar duas pessoas ligadas à instituição que estavam na aeronave.

Mas, de uma certa forma, todas estas vítimas são próximas.
Com alguns cliques dentro do Orkut , eé possível ver fotos, vídeos, mensagens. Saber de suas paixões, alegrias, desafetos. Conhecer seus amigos. Ver o que mais valorizavam, conhecer seus sonhos e dificuldades. E praticamente nos tornamos íntimos delas em poucos segundos. Nos emocionamos. Imaginamos a dor.

Nessas horas, é importante lembrar que Cristo é a pessoa certa para estar perto, ser íntima do nosso ser. Ele mesmo foi ser humano, e teve uma morte que chocou seu tempo, como as imagens de ontem nos impactaram. Mas a lembrança se torna confortadora porque ele venceu esta inimiga, e prometeu, “porque eu vivo, vocês também vão viver”.


Não que estejamos isentos sempre do sofrimento, da dor, da perda neste mundo, até porque todos somos finitos – o que nos leva para perto destas famílias e a sermos solidários na dor.
Mas a fé nos dá esta certeza: se neste mundo algumas viagens não terminam bem, nossa vida é um vôo com Ele sempre perto, rumo à aterrissagem segura nos braços do Pai.
Postar um comentário