Trânsito

Tem lugar mais difícil de manter a sanidade do que no trânsito? Pode ter, mas direção e paciência parecem duas ruas paralelas sem conversão á vista.

Por exemplo, sempre tem alguém que quer ultrapassar pela direita. Força, tenta, até que conseguir - principalmente deixar você irritado. Só falta ainda chegar logo adiante na sinaleira fechada e roubar ou único lugar à sombra.

Outra situação problemática acontece com o sinal de luz. Mas o cara não viu que você está ultrapassando? Que você está no limite de velocidade? Que agora você não pode dar espaço? Que tem uma terceira pista? Ele que espere, enquanto você reduz a velocidade, pra castigar. Ou que tente passar pela direita, enquanto você anda um pouco mais rápido.

E é possível ainda que você se irrite com o carro da frente, que não dá espaço. O jogo está começando, o supermercado está fechando, a gasolina está nas últimas gotas... e nada do bom senhor dar sinal e ficar à direita.

De fato, no trânsito, nao é fácil se manter sadio. Mas, pensando bem, existe algum lugar em que é? Às vezes nem no banco da Igreja... O trânsito, assim, acaba sendo um bom exercício para a vida. Às vezes a barbeiragem é dos outros, às vezes, nossa. Às vezes estamos prontos para xingar, mas quem não deu o sinal fomos nós. É a hora de continuar exercendo a humildade e a paciência, sabendo que sempre é possível dirigir um pouco melhor, e sempre lembrando que todos estão na mesma estrada. Uma manobra mal feita ou um acidente vai prejudicar todo mundo.

E na vida, se é ruim com trânsito, pior é estar parado.

Post original.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Inveja e justiça