Dívida


A matéria do Terra diz que Renne Senna, o ganhador de 51 milhões de reais em 2005, e que foi assassinado há alguns dias, fez um empréstimo para comprar uma fazenda.

Dá pra acreditar? Sei, ele só conseguia sacar em pequenas partes o dinheiro investido, como alega o advogado. Ou é síndrome de brasileiro que adora ter um conta para pagar.

Notícias como estas me fazem aumentar a aposta naquele velho chavão. Muitos ainda preferem dizer que dinheiro manda buscar felicidade e que "quem diz que dinheiro não traz felicidade, é porque é pobre/não sabe o endereço da loja/tem muito/...".

Mas a vida se encarrega de mostrar que o dinheiro nem sempre nos livra das dívidas materiais. E nunca nos livra daquelas que não deixam o coração dormir tranquilo.

2 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Inveja e justiça