Tampa


Encontrei o Luciano Barth Lopes e o Maurício Amaral hoje de manhã na Ulbra TV. Estavam lá para gravação do "Pop Rock na TV" . O Barth Lopes, recém chegado, contou que estacionou o carro com o motor fumaceando. Abriu o capô e constatou o estrago: óleo de motor por quase todos os lados. Na segunda-feira ele fez a troca,´("coloquei daqueles sintéticos, pra poder rodar uns 20 mil quilômetros"), mas parece que alguém no posto não prestou muita atenção no colocar a tampa do compartimento.

Tem coisas na vida que são assim também. No lugar certo, tudo ok. Quando se espalham por onde não deviam, só incomodação . Misturar assuntos ou problemas pessoais com profissionais, por exemplo, ou o contrário. Falar algo que é certo, mas na hora errada. Passar adiante informações corretas de forma indevida (=fofoca).

Não esquecer a tampa dos compartimentos é um bom negócio. Elas mantém as coisas no lugar certo. Tá, a vida não é feita de setores isolados, eles interagem. Mas sempre tem um jeito bom e um jeito ruim pra isso. Óleo circulando pelo motor é diferente de óleo espalhado sobre ele. Já que a gasolina Deus nos dá - fé - pra pisar fundo e viver em velocidade, não custa cuidarmos para que outros não tirem as coisas do lugar, provocando uma fumaceira em nossa vida. Nem nós mesmos.

Pois voltar pra casa com o carro inteiro é sempre bom. Seguir a vida com interação, mas com o tudo no seu lugar, mais ainda.

Fonte da imagem
1 comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração