quarta-feira, setembro 27, 2006

Vaga

Engana-se quem pensa que os milionários da lista da Forbes têm modelos caríssimos na garagem, revela esta matéria da CarSale. Ricaços como Bill Gates, Jim Walton e Michael Dell têm modelos bem mais modestos do que alguns imaginam.

Engana-se também quem pensa que somos conhecidos no céu pelo carro na garagem. Pela roupa do corpo, pela casa de esquina ou pela passagem aérea. O céu conhece nosso coração, e se preocupa como a vaga que ali existe é ocupada. Somos conhecidos pelo que somos, e não pelo que temos.

Parece óbvio, mas só no discurso. Pois na prática o desespero pela renovação e pela compra não saem da cabeça de muitas pessoas. Talvez até da nossa. Às vezes perto do fim do mês agimos como se Deus só estivesse ao nosso lado na primeira quinzena. Perto de quem tem mais, esquecemos dos milhares que têm menos. Perto de quem tem, é fácil esquecer quem realmente somos.

Não que ter um bom carro na garagem seja errado. Mas bom mesmo é conferir regularmente quem ocupa a vaga no coração. Se é o Modelo certo, estamos tranquilos, pois aí o ser vem mesmo antes do ter. Vamos lutar diariamente pelo nosso ter, fundamentados pela certeza do Ser.
Aí diminui a vaga para a frustração e aumenta o espaço para a construção.
Postar um comentário