Peso

Fonte da imagem


Desde que estou "de regime", às vezes uso um chavão com os colegas aqui: "e aí, já deu tchau pra minha barriga hoje?..." Rudimar, o nosso excelente organista aqui da capela, com seu humor peculiar, não deixou por menos. "Mas me diz uma coisa, é "tchau" ou "até logo"?"

Eu espero que seja a primeira alternativa. A luta é grande...

E com o peso dos erros em sua vida, o que você faz? Um 'até logo', ou um 'tchau'?
Há coisas que fazemos que insistem em voltar, e às vezes vamos deixando que elas fiquem ali; afinal, ninguém é de ferro... Um vício, uma atitude repetidamente errada ou a falta de um gesto para com pessoas queridas. Mas, lembre-se:, “se você quer ter um jardim bonito e florido, não pode reservar espaço para as ervas daninhas” (Dag Hammarskjöld).

O melhor, como com a barriga, é que seja um 'tchau' mesmo. Isso, na linguagem de Deus se chama, perdão e mudança. Quando Ele perdoa, Ele esquece. Tira o peso desnecessário. E fortalece, para fazermos do 'até logo' artigo raro em se tratando do que não faz bem.

A não ser que seja na conversa com ele. Aí é sempre bom dizer: "Obrigado, querido Deus. E até logo!"
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida