Mestre

Esta chamada de capa do UOL hoje, falando sobre Kung-fu-tzu, ou Confúcio (versão latina do nome dele em chinês), comenta algumas virtudes deste pensador e humanista chinês que viveu cerca de 500 anos antes de Cristo. Entre outros destaques, aparece um velho conhecido, o de que ele disse determinadas coisas antes mesmo de Jesus, como "não faça aos outros o que não queres que façam a ti".
Este também:
"A virtude está em amar todos os homens, sem exceção”, dizia. É bom lembrar que ele proferiu essa frase 500 anos antes do nascimento de Cristo, autor do “Amai-vos uns aos outros"

Sem desmerecer a vida e obra dele, que foi importante para muita gente, registre-se a falha da matéria em notar que "amar ao próximo" já está escrito no Antigo Testamento, bem antes de Confúcio.
Além disso, o amor que Jesus pregou é realmente um novo mandamento, como ele chamou; Confúcio pregou o amor. Jesus viveu o amor e por amor. E também deu sua propria vida movido por ele. E isso é uma diferença fundamental: Jesus não apenas pregou regras para viver melhor. Ele dá novo sentido e esperança ao próprio viver. É este amor que move aqueles que são cristãos.

Além disso, como diz o autor do texto, Confúcio, se ouvisse determinadas coisas de hoje, "estaria se revirando no túmulo..." Quanto a Jesus, já está fora dele há muito tempo.
4 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Inveja e justiça